quinta-feira, março 29, 2007

O Lado Escuro da Bola (O show de Roger Waters na Praça da Apoteose e um Flamengo e Vasco às vésperas do gol mil de Romário)





Rio de Janeiro, Praça da Apoteose, sexta-feira, 23 de março de 2007, segunda turnê do Roger Waters passando pelo Brasil. Mesmíssima cidade do Rio de Janeiro, Estádio do Maracanã, domingo, 25 de março, Flamengo e Vasco, Romário a dois gols do milésimo. Às 21:30 pontualmente, o grandalhão inglês sobe ao palco e põe a bola para rolar ao som de “In The Flash”, e “Mother”, duas canções do álbum The Wall. Às 18:10 no Maracanã todos os holofotes se concentram no baixinho carioca, as torcidas de Flamengo e Vasco cantam hinos diferentes mas não desafinam.

No meio do gramado antes da bola rolar já era possível ver o brilho louco nos olhos do jogador vascaíno e não seria estranho se Roger Waters dedicasse-lhe os versos de “Shine on You Crazy Diamond” (“Remember when you were young, you shine like the sun, shine on you crazy diamond.”, Lembre-se de quando você era jovem,você brilhava como o sol, continue a brilhar, louco diamante”). O diamante continuaria a brilhar…no telão do show, a imagem do jovem Syd Barrett emociona a multidão na apresentação da canção...um acorde de sol maior anuncia “Wish You Were Here” com sua inconfundível introdução.

O Flamengo domina o jogo, ataca, mas sem muita objetividade. Roger é mais direto, sabe exatamente o que quer, ataca, protesta, denuncia a guerra, a violência, é político.Um enorme porco inflável como o da capa do disco Animals surge no céu com frases de protesto pixadas em seu corpo como: "O medo constrói muralhas","Bush, não estamos à venda","All we need is education".“Leaving Beirut” (composta por Waters na turnê anterior num quarto de hotel da cidade maravilhosa) crítica um certo texano de nome George. Romário também é político, politicamente incorreto, deliciosamente incorreto, em outro contexto, é claro. 

Durante a canção “Perfect Sense”, uma explosão do gerador de energia no exato momento que o telão mostrava um estádio de futebol explodindo confunde tudo, explica tudo, o Maracanã repetiria essa cena no domingo futebolístico.
Termina o primeiro tempo do show, os músicos vão para o vestiário; Romário vai descansar no camarim para ao retornar ao palco em busca dos gols...


Na Apoteose uma lua cheia vai crescendo no telão, e a banda volta para o grande momento do espetáculo a execução na íntegra da obra-prima mor do Pink Floyd, o disco The Dark Side Of The Moon que também batiza a turnê; o Vasco ganha por 2x0, mas Romário ainda não fez nenhum... Uma a uma vão sendo tocadas com perfeição as canções do álbum; no futebol não há como ser perfeito o tempo todo, Roger joga com a torcida toda a seu favor, os flamenguistas estão contra Romário, e eu que gostaria de ver uma vitória do Mengão por 3x2 (com os dois gols do Baixinho), não acredito no placar...
 
Enquanto a interpretação sensacional da vocalista Katie Kissoon para a canção “The Great Gig In The Sky” parece representar a agonia rubro-negra, o êxtase da música “Eclipse” anuncia o dia perfeito para o Vasco quando Romário dentro da pequena área (sua sala de estar) toca a bola para o fundo da rede, a platéia vascaína delira,comemora, se alegra, os flamenguistas se entristecem, parecem chorar ao mesmo tempo em que admiram o homem, a torcida de Waters experimenta todas essas emoções ao mesmo tempo. 

O show chega ao fim, a banda se despede. O juiz apita final de jogo. Waters volta para o bis. Romário não dá bis dessa vez, o público se contenta com o nono centésimo nonagésimo nono gol. Crianças do coral da Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro são convidadas ao palco para cantar “Another brick in the Wall”. Roger é simpático, distribui beijos e abraços a cada uma delas ao fim da canção. Música, futebol, emoção, arte e magia, direto do lado escuro da lua/bola...


Set List
Primeiro tempo:
In the Flesh
Mother
Set the Controls for the Heart of the Sun
Shine On You Crazy Diamond (Parts I - V) (abridged)
Have a Cigar
Wish You Were Here
Southampton Dock
The Fletcher Memorial Home
Perfect Sense, Parts 1 and 2
Leaving Beirut
Sheep

Segundo tempo: The Dark Side Of The Moon
Speak to Me
Breathe On the Run
Time
Breathe (Reprise)
The Great Gig in the Sky
Money Us and Them
Any Colour You Like
Brain Damage
Eclipse

Prorrogação:
The Happiest Days of Our Lives
Another Brick in the Wall, Part II
Vera
Bring the Boys Back Home
Comfortably Numb

O Time De Waters:
Snowy White – Guitarra
Andy Fairwether-Low _ Guitarra e vocais
Dave Kilminster – Guitarra
Jon Carin – Teclados e vocais
Graham Bond – Bateria
Harry Waters (órgão Hammond)
Ian Richie (saxofone)
Katie Kissoon, PP Arnold e Carol Kenyon - Vocais

FICHA TÉCNICA VASCO 3 X 0 FLAMENGO
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de março de 2007, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Renda: R$ 727.050,00
Público: 43.103 (os 3 eram Pan, Frejat e eu)
Árbitro: Gutemberg de Paula
Assistentes: Manoel do Couto Ferreira Pires e Carlos Henrique Alves de Lima
Cartões amarelos: Sandro, Dudar, Fábio Braz, Abedi (Vasco); Renato, Souza (Flamengo)
Cartões vermelhos: Fábio Braz (Vasco); Leonardo Moura (Flamengo)
Gols:
VASCO: Leandro Amaral aos 42 minutos do primeiro tempo; Abedi aos três e Romário aos 33 minutos do segundo tempo
VASCO: Cássio; Wagner Diniz, Fábio Braz, Dudar e Sandro (André Dias); Roberto Lopes, Amaral, Abedi (Conca) e Morais (Renato); Leandro Amaral e Romário
Técnico: Renato Gaúcho
FLAMENGO: Bruno; Leonardo Moura, Irineu, Ronaldo Angelim e Juan; Paulinho, Renato, Renato Augusto e Juninho Paulista; Roni (Jailton) e Souza (Leonardo)
Técnico: Ney Franco

P.S. encontros acidental-normais com amigos de Belo Horizonte e com o carioca Michael Meneses na saída do show...

Post dedicado à Natália, Gabriel, Pan, Geléia e Frejat.

Fotos dos clássicos (o do futebol e o da música)..na última, Francisco Falabella, Robert Moura e André Guimarães no show.

8 comentários:

  1. romario é uma babaca. ele tá bem longe dos mil gols, bem longe.

    ResponderExcluir
  2. vc ficou pertinho do palco?

    foi lindo! preciso d outra dose!

    ResponderExcluir
  3. legal seu texto

    faz minha prova d redaçao na federal?

    ResponderExcluir
  4. Incrível como as coias acontecem em nossas vidas...
    e como e possivel relacionar dois temas aparentementes distantes um do outro, cara seu texto referindo-se ao waters consegue transparecer todos os sentimentos passados no show, como se fosse um "jogo" que gostariamos que nunca chegasse ao fim! e na parte do romário vc deu a entender que a partida estava como um "show" onde o front man era o baixinho...

    nao devo estar escrevendo nada com nada, mas me senti muito honrado em ser lembrado em seu post...

    Abração Broto!

    "the lunatic is in my head"

    ResponderExcluir
  5. Francisco Falabella Rocha3/31/2007 6:27 PM

    Não sou feliz, mas não sou mudo

    Hoje eu canto muito mais!




    Que saudade do Rio de Janeiro!

    Grandes momentos da viagem:
    1- turbolência no avião.
    2- lp do ritchie (BRILHANTE TRABALHO)
    3- Frejat caindo da cadeira.
    4- O casal(robert e frejat) discutindo no meio da torcida do vasco.
    5- Eu quase vibrei o 2 gol do vasco na torcida do MENGO
    6- Robert, filha da puta, jogando água na minha cabeça.
    7- Eu sou preto!!!
    8- Géleia e toda sua complexidade (Comentários, gestos ou a falta de gestos- dormindo na mesa)
    9- Andar no elevador (eu sei que você não gosta!)
    10- Moreno Francisco F.R. na praia(como já disse o toquinho: "o branco mais preto do brasil) e tia robert moura sentada na areia.
    11- comer peixe frito as seis horas da manhã
    12- Show do Roger Waters
    13- Gol do Romário
    14- A Lapa e toda seu charme (incluindo a garota magrela- robert moura seu cafajeste de merda)
    15- Frejat : o valentão da lapa.

    Grande viagem, grandes momentos, várias discussões(PUTA MERDA)


    e não se esqueça que você me deve uma grana preta hahahahahahahaha ...

    "arruma umas correrias ai..."

    ResponderExcluir
  6. Robert,essa mistura de sentimentos que você explicitou de maneira genial no seu texto foi exatamente o que eu senti(e tenho certeza que muitos outros também sentiram)nesse show espetacular.As músicas,as luzes,as imagens nos levaram a um orgasmo estético único!Tudo isso em um cenário perfeito;a cidade maravilhosa!Fim de semana inesquecível,único!!

    ResponderExcluir
  7. Robert, te felicito por tu blog, realmente muy completo...

    take care, un abrazo

    Rebe

    http://www.rebecacaldera.blogspot.com

    ResponderExcluir